ERRATA DO EDITAL DE SELEÇÃO PARA EDUCADOR (A) DE JUVENTUDE





Conforme orientações do Psicologo que fará a análise de currículos e as demais etapas para seleção de Educador (a) de Juventude segue errata sobre o processo. ATENÇÃO CANDIDATOS, AS MUDANÇAS REFEREM-SE APENAS AS ETAPAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO!


ERRATA AO EDITAL

A equipe de condução do processo seletivo, cujo objeto é a contratação de 01 (um) educador social para o desenvolvimento de programas e projetos da juventude comunica alteração no instrumento convocatório:

Onde lê-se:

DA SELEÇÃO
A seleção ocorrerá em três etapas:
·         Análise de currículo – De caráter eliminatório
  • Prova escrita sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e Estatuto da Juventude – De caráter classificatório
  • Entrevista – De caráter avaliativo.
Altera para:

DA SELEÇÃO
O processo seletivo acontecerá em três fases.
1.      Análise curricular
2.      Entrevista individual e Dinâmica de grupo
3.      Avaliação de metodologia de grupo

A primeira fase será de caráter eliminatório, a segunda de caráter eliminatório e classificatório e terceira de caráter classificatório.
Os candidatos aptos para a segunda fase serão convocados mediante contato via e-mail ou telefone; sendo, portanto, de responsabilidade do candidato disponibilizar seus contatos telefônicos e e-mail no currículo.
Faz-se importante que os candidatos selecionados para a segunda fase tenham conhecimento prévio sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), pois tal conhecimento será diferencial na entrevista individual.
Os candidatos aptos para a terceira fase serão convocados via e-mail ou telefone, com 2 (dois) dias de antecedência e lhes será proposto um tema relativo ao trabalho com a juventude para o desenvolvimento de uma metodologia de grupo com os jovens da Associação dos Moradores do Bairro Frutilândia.
A escolha da metodologia será de responsabilidade do candidato, sendo avaliados critérios como criatividade, organização de tempo e da metodologia, habilidade de comunicação oral e afinidade com os jovens.
O candidato disporá de, no máximo, 20 (vinte) minutos para condução de metodologia.